Notícias

"Querem levar o salário do trabalhador" avalia Janta, sobre negociação no Município

O vereador criticou em tribuna os rumos da negociação do Executivo com os servidores municipais que, sem contraproposta, mantém estado de greve.

Servidores: ataque aos salários
O vereador criticou em tribuna os rumos da negociação do Executivo com os servidores municipais que, sem contraproposta, mantém estado de greve.

Em tribuna, na sessão desta quarta-feira (25), o vereador Clàudio Janta disse não estar surpreso com a decisão dos municipários, que lotaram a Casa do Gaúcho na última terça-feira, votando pela continuação da greve. O vereador criticou a fragilidade da negociação e denunciou o ataque aos salários dos servidores.

Eu, como dirigente sindical, quando fui à reunião com o prefeito e o Simpa, vi uma luz no túnel; parecia que decisões seriam tomadas. Mas o fato é que querem levar o salário do trabalhador municipário e tirar das famílias que se planejaram para comprar a sua casa, que planejaram a sua aposentadoria, 50% do seu salário" declarou.

Lembrando negociações anteriores, como na votação do teto, o vereador ressaltou que o processo deve estar aberto a concessões e promover trocas, não retiradas de direitos. Destacou ainda a autonomia dos vereadores em relação aos projetos, fato que estaria sendo ignorado pela Prefeitura Municipal.

Acho que negociação é uma coisa séria" criticou.

Por fim, Janta lembrou que muitos trabalhadores abriram mão de outros empregos para trabalhar em regime de dedicação exclusiva para a prefeitura e que, agora, estavam tendo seus direitos desrespeitados.

Comentários