#EscolaDeTurnoIntegral

Avança projeto pela educação em tempo integral nas escolas municipais de Porto Alegre

Projeto de autoria do vereador Clàudio Janta, que determina o provimento de meios para o funcionamento das escolas municipais em tempo integral foi aprovado em primeiro turno de votação. Por se tratar de emenda à Lei Orgânica, matéria necessita de segundo turno de votação e dispensa sanção do Executivo.

Educação Integral avança
Projeto de autoria do vereador Clàudio Janta, que determina o provimento de meios para o funcionamento das escolas municipais em tempo integral foi aprovado em primeiro turno de votação. Por se tratar de emenda à Lei Orgânica, matéria necessita de segundo turno de votação e dispensa sanção do Executivo.

O projeto de emenda à Lei Orgânica de Porto Alegre que determina o provimento de meios para que as escolas municipais possam, gradativamente, funcionar em tempo integral foi aprovado em primeiro turno de votação, na Câmara Municipal de Porto Alegre. A votação aconteceu nesta quarta-feira (18/5), com o registro de 29 votos favoráveis.

Um grande passo foi dado para a qualificação do ensino nas instituições municipais e melhor aproveitamento das escolas, como templos de educação, cultura e cidadania que são ou em que podem se transformar, com o investimento do Município. Estamos confiantes e vamos lutar para garantir que a Prefeitura assuma este compromisso" avaliou o vereador Clàudio Janta, que comemorou o primeiro resultado.

Pela natureza do projeto, a matéria necessita de segundo turno de votação, que deve acontecer a partir dos próximos 30 dias. Se aprovado, é concretizada a modificação na Lei Orgânica do Município, dispensando a sanção do prefeito José Fortunati.

Texto: Andréia Sarmanho (reg. prof. 15.592)

Fotos: Ana Cristina Silva

Comentários