Notícias

Câmara faz justiça nos 50 anos do golpe

A Câmara Municipal de Porto Alegre lembrou a passagem dos 50 anos do golpe de 1964 fazendo justiça aos ex-vereadores cassados pelo regime.

Justiça nos 50 anos do golpe
A Câmara Municipal de Porto Alegre lembrou a passagem dos 50 anos do golpe de 1964 fazendo justiça aos ex-vereadores cassados pelo regime.

A sessão legislativa desta quinta-feira (27/3), da Câmara Municipal de Porto Alegre, foi alusiva aos 50 anos do golpe militar de 1964. A tarde foi dedicada aos debates e depoimentos que relembraram o período negro da história recente do Brasil. Na tribuna, o vereador Clàudio Janta, do Solidariedade, relatou vivências no período da ditadura.

Vivenciei bem de perto, vendendo jornal nas ruas de Porto Alegre, combatendo o regime da forma que podíamos e indo às ruas de cara limpa reivindicar eleições diretas. Hoje neste espaço, eleitos através do voto, contemplamos a plenitude da democracia que permite que tenhamos representantes de trabalhadores, do empresariado, dos movimentos sociais, dos mais diversos segmentos, dialogando e decidindo os rumos em todas as esferas" declarou.

O vereador frisou ainda a importância de se destacar a passagem da data, resgatar a memória e manter vivas as lembranças do período.

Precisamos lembrar, para que nunca mais se repita. A ditadura não pode ressurgir nunca mais" completou.

Durante a sessão também aconteceu o ato de restituição dos mandatos do ex-prefeito Sereno Chaise, do ex-vice-prefeito Ajadil de Lemos (falecido) e de seis ex-vereadores, alguns também já falecidos: Glênio Peres, Marcos Klassmann, Alberto Schroeter, Dilamar Machado, Índio Vargas e Hamilton Chaves, cassados durante o regime.

Comentários