Notícias

Dia Mundial de Enfrentamento às Drogas é lembrado na Câmara

O sindicalista e vereador do Solidariedade, Clàudio Janta, criticou na tribuna a flexibilização em relação ao álcool e defendeu a intensificação no combate às redes de tráfico de drogas.

Combate às Drogas
O sindicalista e vereador do Solidariedade, Clàudio Janta, criticou na tribuna a flexibilização em relação ao álcool e defendeu a intensificação no combate às redes de tráfico de drogas.

O Período de Comunicações da sessão legislativa desta quinta-feira foi destinado a assinalar a passagem do Dia Mundial de Enfrentamento às Drogas. O vereador Clàudio Janta, do Solidariedade, manifestou-se na tribuna, levantando no debate a falta de regulação no Brasil em relação às bebidas alcoólicas.

Propagandas, quase sempre cheias de gente jovem e mulheres bonitas, influenciam o consumo da droga que mais cria dependentes. Não se trata de proibir a cervejinha do fim de semana, mas de criar uma cultura onde, por exemplo, em vez de serem cada vez mais taxados os produtos da cesta básica, que sejam tributados pelo governo os que são nocivos à saúde" propôs o vereador.

Janta também lembrou a facilidade existente para que se tenha acesso ao álcool, comercializado muitas vezes a preços irrisórios. Em relação ao tráfico de drogas, avaliou que as punições estão concentradas apenas "nas pontas", em quem distribui e no usuário.

O combate ao tráfico precisa ser incisivo, não pelas beiradas, só pegando peixe pequeno e usuários. É preciso acabar com quem lucra com a desgraça de tantas famílias" concluiu.

Comentários