Notícias

Emenda em prol da Saúde 24h é aprovada no Orçamento de 2015

Com votação apertada, foi aprovada a emenda do vereador Clàudio Janta voltada à implementação gradual da Saúde 24h em Porto Alegre. A medida garante recursos para a abertura imediata de Postos de Saúde nas regiões do Orçamento Participativo (OP) até as 22 horas.

Saúde 24h no Orçamento 2015
Com votação apertada, foi aprovada a emenda do vereador Clàudio Janta voltada à implementação gradual da Saúde 24h em Porto Alegre. A medida garante recursos para a abertura imediata de Postos de Saúde nas regiões do Orçamento Participativo (OP) até as 22 horas.

A luta pela melhoria da Saúde em Porto Alegre avançou um importante passo com a aprovação da emenda que prevê a destinação de recursos voltados a implementação da Saúde 24 horas nas unidades básicas de Saúde, em atenção às demandas agudas e agudizadas. Aprovada junto ao orçamento do município para 2015, a medida garante a injeção de R$ 1 milhão para a ampliação do atendimento em Postos de Saúde da Capital.

A emenda havia sido previamente rejeitada pela relatoria da Comissão de Economia, Finanças, Orçamento e do Mercosul (Cefor), da Câmara Municipal. Entretanto, o vereador Clàudio Janta optou por destacá-la e levar a decisão para o plenário.

Na tribuna, o autor declarou que a emenda tem o mesmo texto apresentado no ano passado, como emenda ao Orçamento de 2014, que havia sido aprovada pela relatoria e incorporada ao planejamento do Executivo. Ainda assim, não foi efetuada a execução dos recursos para a ampliação imediata do atendimento até as 22 horas nas 16 unidades básicas estabelecidas (Morro Santana, Beco do Adelar, Campo Novo, Monte Cristo, Tristeza, Aparício Borges, Belém Velho, Glória, Vila Gaúcha, Assis Brasil, Passo das Pedras, Santa Rosa, Vila Elisabete, São José, Saúde V e Belém Novo).

É a mesma emenda do ano passado, nenhuma vírgula a mais e nenhuma menos. Mas o governo se nega a acatar e, ao mesmo tempo, reduz os recursos da Saúde. Se isso é retaliação às minhas posições enquanto vereador neste Legislativo, só peço que não punam a população de Porto Alegre" apelou.

A emenda foi aprovada, com votação apertada. Foram 14 votos favoráveis, 13 contrários e uma abstenção.

A favor: Clàudio Janta (SDD), João Derly (PCdoB), Jussara Cony (PCdoB), Delegado Cleiton (PDT), Dr. Thiago (PDT), Lourdes Sprenger (PMDB), Sefora Mota (PRB), Waldir Canal (PRB), Bernardino Vendruscolo (PROS), Fernanda Melchionna (PSOL), Pedro Ruas (PSOL), Alberto Kopittke (PT), Marcelo Sgarbossa (PT) e Sofia Cavedon (PT).

Contra: Reginaldo Pujol (DEM), João Bosco Vaz (PDT), Mário Fraga (PDT), Idenir Cecchim (PMDB), Guilherme Socias Villela (PP), João Carlos Nedel (PP), Mônica Leal (PP), Any Ortiz (PPS), Airto Ferronato (PSB), Mário Manfro (PSDB), Alceu Brasinha (PTB), Cássio Trogildo (PTB) e Paulo Brum (PTB).

Abstenção: Valter Nagelstein (PMDB).

Foto: Vicente Carcuchinski - CMPA

Texto: Andréia Sarmanho (reg. prof. 15.592)

Comentários