Notícias

Fortunati dá garantias ao comércio da Assis Brasil

Em reunião solicitada pelo vereador Clàudio Janta com o prefeito Fortunati, entidades de representação do comércio discutiram com o Executivo as alternativas para diminuir os transtornos das obras na Assis Brasil para o comércio. As obras atingirão um trecho de 700 metros da avenida, onde há grande concentração de lojas e circulação de trabalhadores.

Comércio da Assis Brasil
Em reunião solicitada pelo vereador Clàudio Janta com o prefeito Fortunati, entidades de representação do comércio discutiram com o Executivo as alternativas para diminuir os transtornos das obras na Assis Brasil para o comércio. As obras atingirão um trecho de 700 metros da avenida, onde há grande concentração de lojas e circulação de trabalhadores.

Preocupado com o impacto da obra sobre os mais de 50 mil trabalhadores da região, o sindicalista e vereador Clàudio Janta ponderou que a obra é necessária, mas solicitou a realização em etapas, citando como exemplo a Avenida São Pedro, no bairro São Geraldo, que não foi bloqueada em sua totalidade. Afirmando que a obra tem sido preocupação permanente da Prefeitura Municipal, o prefeito José Fortunati garantiu que serão feitos esforços para diminuir os transtornos.

O diretor do Sindicato dos Empregados no Comércio (Sindec-POA), Luis Carlos Barbosa, lembrou que datas especiais aquecem o comércio e devem movimentar a região. Conforme o dirigente, a importância da obra é consenso entre os trabalhadores, mas é necessário um planejamento para não prejudicar o setor, sugerindo que a execução seja realizada em etapas.

Conforme o planejamento apresentado pelo Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae), a Avenida Assis Brasil será repavimentada por partes. Os técnicos afirmaram ainda que os corredores de ônibus não serão interrompidos e que serão tomadas medidas para garantir o menor transtorno possível durante as fases da obra.

O prefeito José Fortunati afirmou que o projeto inicial passou por diversas transformações devido a preocupação com a mobilidade urbana. Além de manter os corredores de ônibus em funcionamento, o prefeito afirmou que serão instaladas passarelas para garantir a travessia segura dos pedestres e que serão tomadas medidas para evitar impactos na geração de emprego e renda na região, inclusive com a conclusão da obra com previsão para novembro, antes do início das vendas do Natal.

O Executivo informou ainda que será realizado três vezes por semana um plantão com profissionais multidisciplinares para prestar orientação à comunidade durante a obra. Também ficou estabelecido que o Sindec-POA, Sindióptica e Sindilojas irão integrar uma comissão de acompanhamento da obra, com reuniões mensais.

Também participaram do encontro o vereador Alceu Brasinha (PTB), representantes do Sindilojas, Sindióptica e da EPTC.

Comentários