Notícias

Grupo de trabalho deve buscar consenso para Parque do Gasômetro

Foram mais de três horas de discursos na audiência pública realizada na Câmara Municipal de Porto Alegre. Em debate, o projeto de ampliação da Avenida Edvaldo Pereira Paiva (Beira-Rio), que resultará no corte de dezenas de árvores nas avenidas João Goulart e Loureiro da Silva. Os cortes começaram em fevereiro, na Praça Júlio Mesquita, em frente ao Gasômetro, mas foram suspensos após manifestações populares.

Parque do Gasômetro
Foram mais de três horas de discursos na audiência pública realizada na Câmara Municipal de Porto Alegre. Em debate, o projeto de ampliação da Avenida Edvaldo Pereira Paiva (Beira-Rio), que resultará no corte de dezenas de árvores nas avenidas João Goulart e Loureiro da Silva. Os cortes começaram em fevereiro, na Praça Júlio Mesquita, em frente ao Gasômetro, mas foram suspensos após manifestações populares.

O vereador Cláudio Janta afirmou que o projeto é necessário para a melhoria da mobilidade urbana, facilitando o deslocamento, principalmente dos trabalhadores nos horários de pico.

A questão ambiental deve ser contemplada em todas as obras, inclusive nos grandes empreendimentos imobiliários que retiram tantas outras árvores acrescentou.

Contudo, Janta cobrou a execução do Parque do Gasômetro, que contemple a preservação das praças Julio Mesquita e Brigadeiro Sampaio.

Não podemos perder estas áreas de lazer que no projeto querem transformar em estacionamentos defendeu.

A promotora Ana Maria Moreira Marchesan pediu que o município suspendesse o corte das arvores por mais alguns dias. “Tenho certeza de que o Executivo não vai se furtar a discutir este tema com o Ministério Público. Vamos tentar fazer uma mediação, pois o progresso implica opções. Ficou claro que a sociedade está bastante dividida, mas temos uma amarração legal que não pode ser atropelada”.

O vice-prefeito, Sebastião Melo, anunciou a retomada dos cortes e propôs a constituição de um grupo de trabalho para colocar em prática a criação do Parque Usina do Gasômetro. A primeira reunião do grupo, segundo ele, deve ocorrer na quarta-feira (20/3). Melo também assumiu o compromisso de discutir a quantidade de mudas como compensação e os locais onde elas serão plantadas. O vice-prefeito observou ainda que a ampliação da Beira Rio já estava prevista no Plano Diretor de 1979.

Com informações CMPA

Audiência Pública sobre a ampliação da rua Av. Edvaldo Pereira Paiva em Porto Alegre - 18/03/2013 (20 fotos)

Comentários