Notícias

Janta cobra compromisso com a segurança pública

Durante sua fala na tribuna, na sessão da última segunda-feira (28/04), o sindicalista e vereador Clàudio Janta discutiu a situação da segurança pública em Porto Alegre. Para o vereador o problema da insegurança na Capital precisa ser considerado para além da responsabilidade do município e do estado.

Criminalidade em Porto Alegre
Durante sua fala na tribuna, na sessão da última segunda-feira (28/04), o sindicalista e vereador Clàudio Janta discutiu a situação da segurança pública em Porto Alegre. Para o vereador o problema da insegurança na Capital precisa ser considerado para além da responsabilidade do município e do estado.
Estamos falando de quem fornece as drogas, do tráfico que foi expulso do Rio de Janeiro, expulso de São Paulo, e que se instala em Porto Alegre, porque a nossa segurança pública está fraca" afirmou.

O vereador criticou o baixo reajuste salarial concedido pelo governo estadual aos policiais e também alertou para a transferência da responsabilidade sobre segurança pública do governo federal para os municípios.

O governo federal passou para as cidades a responsabilidade sobre a saúde, sobre a educação e agora passa a segurança, autorizando o armamento das guardas municipais. Os municípios, que já são obrigados a mendigar as verbas para tantas demandas, terão mais uma responsabilidade sobre as costas" criticou.

Toque de recolher

Janta manifestou-se ainda sobre a situação vivida na Vila Cruzeiro, no Bairro Santa Tereza, na Zona Sul de Porto Alegre. O vereador destacou que os porto-alegrenses não podem conviver com o toque de recolher dos traficantes e que os governos precisam atuar incisivamente no combate à criminalidade.

Temos que nos preocupar também com quem admite as drogas nas cidades, protegendo os consumidores com dispositivos legais, que não punem quem sustenta o narcotráfico. Se o usuário não for punido, logicamente o consumo de drogas seguirá sustentando o tráfico e a situação de insegurança que assola a nossa cidade" concluiu.

Comentários