#Atendimento24h

Janta conquista recursos para Saúde 24h

A discussão do projeto de lei do Executivo que dispõe sobre o Plano Plurianual (PPA) para o quadriênio 2014-2017 foi retomada no plenário da Câmara Municipal na sessão desta segunda-feira (12/8). Os vereadores aprovaram o PPA com 42 emendas, inclusive a de número 16, de autoria do vereador Clàudio Janta, que dispõe sobre recursos para o atendimento 24h nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Porto Alegre.

Saúde 24h no PPA
A discussão do projeto de lei do Executivo que dispõe sobre o Plano Plurianual (PPA) para o quadriênio 2014-2017 foi retomada no plenário da Câmara Municipal na sessão desta segunda-feira (12/8). Os vereadores aprovaram o PPA com 42 emendas, inclusive a de número 16, de autoria do vereador Clàudio Janta, que dispõe sobre recursos para o atendimento 24h nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Porto Alegre.

Através do PPA ficam estabelecidas as diretrizes, os objetivos e as metas da administração pública municipal e sobre como serão empregadas as receitas do período, que somam, aproximadamente, R$ 25,5 bilhões. Com a aprovação da emenda do vereador Clàudio Janta, fica estabelecida a destinação de um montante de R$ 8 milhões para ampliação do atendimento nas UBS.

O vereador Clàudio Janta destacou que a emenda vai ao encontro do anseio da população por mais acesso à Saúde, lembrando iniciativas como o abaixo-assinado promovido pela Força Sindical, que já conta com mais de 100 mil assinaturas.

A luta é por ampliação do atendimento nas Unidades Básicas de Saúde, garantindo o acesso à população, mais perto daqueles que necessitam e num horário realmente os contemple, o que hoje só é oferecido pelas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento)" destacou o autor da emenda.

Em manifestação na tribuna, Janta destacou o empenho e a cooperação entre as bancadas, possibilitando a aprovação de muitas das emendas propostas, configurando um momento "histórico" para o Legislativo Municipal em contribuir com a destinação dos recursos do Plano. O vereador elogiou também a postura do Executivo Municipal ao promover o diálogo com a Câmara de Vereadores e viabilizar os acordos.

Promovemos hoje a democracia, a cidadania e ainda um grande exemplo para a população de Porto Alegre, de que quando a gente almeja as coisas e trabalhamos todos juntos, é possível, nem que seja um pouco deste objetivo",

declarou Janta.

Votação

As primeiras emendas a ser votadas foram as do relator da comissão de Economia, Finanças, Orçamento e do Mercosul (Cefor) da Câmara Municipal, Guilherme Socias Villela (PP), de número 57 a 67, aprovadas em bloco. A seguir, foram à votação as emendas 14, 21, 31, 37 e 44, rejeitadas em plenário, bem como as que foram rejeitadas pelo relator, 13, 15, 17, 22, 24, 35, 36, 40, 45, 50, 51, 52 e 55, descartadas em plenário. As medidas aprovadas pela Cefor foram acatadas, no bloco composto pelas emendas 7, 16, 23, 27, 29, 39, 41, 42, 49 e 53, bem como as do bloco final, de número 4, 5, 6, 9, 10, 11, 12, 19, 20, 25, 26, 28, 30, 32, 33, 34, 43, 46, 47, 54 e 56.

Comentários