Notícias

Janta defende parcerias público-privadas para abrir transporte público a pequenas empresas

Vereador elogiou o "plano B" anunciado por José Fortunati, após licitação do transporte público encerrar sem inscritos. O prefeito manifestou a intenção de abrir linhas para a operação de pequenas empresas, acabando com o sistema de "bacias regionais", que são operadas atualmente pelos consórcios.

Transporte Público
Vereador elogiou o "plano B" anunciado por José Fortunati, após licitação do transporte público encerrar sem inscritos. O prefeito manifestou a intenção de abrir linhas para a operação de pequenas empresas, acabando com o sistema de "bacias regionais", que são operadas atualmente pelos consórcios.

O sindicalista e vereador Clàudio Janta definiu, nesta segunda-feira (24/11) o encerramento do processo licitatório do transporte público de Porto Alegre como "mais um triste capítulo da cidade". A concorrência foi encerrada com o boicote dos atuais consórcios e nenhuma inscrição, levando o prefeito José Fortunati a anunciar o "plano B", que foi elogiado pelo vereador: abrir o transporte para as pequenas empresas.

Um novo edital deve ser aberto em seis meses, segundo o prefeito. No novo processo, as concessões deverão ser feitas por linhas, ou grupos de linhas, e não mais pelas bacias que dividem a cidade nas regiões sul, norte, leste e transversal. Assim, o acesso fica facilitado às pequenas empresas.

Para o vereador Clàudio Janta a decisão é acertada. Ele lembrou que as atuais empresas controlam há 40 anos o transporte coletivo e que é comum a prática de negociatas com a garantia de que as concessões não seriam perdidas.

Manipularam mais uma vez a tentativa da Prefeitura de conseguir empresas para o edital. Achamos que está na hora da criação de uma parceria público-privada, para ganhar esta queda-de-braço" afirmou o vereador, que declarou seu apoio à iniciativa.

Comentários