Notícias

Janta discute desenvolvimento da Faixa de Fronteira

O seminário proposto pela Força Sindical-RS e realizado pela Força Verde levou mais uma vez a Uruguaiana o debate de alternativas sustentáveis para a geração de emprego e renda e desenvolvimento na região da Faixa de Fronteira.

Faixa de Fronteira
O seminário proposto pela Força Sindical-RS e realizado pela Força Verde levou mais uma vez a Uruguaiana o debate de alternativas sustentáveis para a geração de emprego e renda e desenvolvimento na região da Faixa de Fronteira.

Acompanhando os debates desde o princípio, Clàudio Janta integrou a mesa de abertura do evento, ao lado de Luiz Gilberto de Almeida Risso, vereador representante do prefeito de Uruguaiana Augusto Schneider; Jorge Prestes Lopes, secretário municipal de Indústria, Comércio, Turismo e Trabalho; deputado estadual José Sperotto (PTB), a representante da Secretaria Estadual do Trabalho, Liliane Repiso Riela e o deputado estadual Cassiá Carpes (PTB).

Industrialização e emprego

No primeiro debate da sexta-feira (5/04), Clàudio Janta destacou que a Fronteira Oeste precisa de mais desenvolvimento, principalmente na questão energética, já que a Faixa de Fronteira é uma área de exclusão de 150 km que dificulta a instalação de indústrias.

Somente através do desenvolvimento vamos buscar a conscientização do meio ambiente e a solução para a liberdade do desenvolvimento econômico e social de todo o município declarou.

A afirmação do prefeito de Quaraí, Ricardo Gadret, gerou mais um tema para a discussão durante o primeiro painel do 5º Seminário Faixa de Fronteira. Abordando diversificação da produção, industrialização e geração de emprego na Fronteira Oeste, Gadret afirmou que as cidades precisam de um método já implantado em outros locais, que é desoneração tributária.

Em nome da Força Sindical, Clàudio Janta, que preside a central no Estado, anunciou que a entidade irá contribuir fazendo um estudo de cálculo avaliando os empregos que poderão ser gerados a partir dessa desoneração.

Estamos discutindo a Faixa de Fronteira governos, e vemos que está em último plano nas agendas dos governantes destacou Janta, enfatizando que cabe à toda sociedade exigir agilidade dos gestores.

Saúde

Outro tema do seminário foi a instalação do Hospital Público Federal para a região, cujo debate contou com a presença do representante do Simers, Edson Machado, do administrador da Santa Casa de Uruguaiana, Giovani Cravo, do vereador Risso e do vice-cônsul do Brasil na Argentina, Lucas Brandão. Como mediador, o diretor de Saúde da Força Sindical-RS, Renato Correa, expôs as condições e as relações que atualmente a população uruguaianense se submete ao atendimento público de saúde.

Para Clàudio Janta, enquanto há demora no processo de instalação do hospital, quem sofre é o povo a quem a Força Sindical-RS defende, os trabalhadores.

Vamos levantar essa demanda da cidade e dizer que a administração pública deste município contra o bem da população de Uruguaiana. O poder Executivo e Legislativo deveriam estar aqui discutindo a implantação do hospital e a abertura imediata do serviço de cardiologia criticou o sindicalista.

Educação e Qualificação

O último painel aconteceu no sábado (6/04), discutindo situação da educação com o palestrante e professor da Universidade Federal do Pampa (Unipampa), João Cleber de Andrade, o vereador Luiz Gilberto de Almeida Risso, o vereador Marcelo Lemos, o representante do gabinete do vice-governador do Estado, Gildo Silva e o diretor da Força Sindical-RS, Dionísio Mazui.

As preocupações apresentadas por Clàudio Janta contribuíram para fomentar o debate acerca da qualificação profissional na Fronteira. Diante da afirmação feita pelo diretor da instituição de ensino, de que a Unipampa deve colocar no mercado em torno de 45 mil profissionais, o sindicalista questionou a disponibilidade de mercado para absorvê-los. Janta ainda ressaltou a falta de ensino técnico o que, segundo ele, acaba esvaziando as cidades à medida em que a população desloca-se para outro município maior, e estabelece-se profissionalmente.

Ao final do Seminário, foi realizada a leitura e votação da 5ª Carta de Uruguaiana, disponível no site da central. Link: http://fsindical-rs.org.br/n/1Th

Reunião da Coordenadoria do PDT em Camaquã - 13/04/2013 (20 fotos)

Comentários