Notícias

Janta lamenta veto de Dilma à Fórmula 85/95 para cálculo das aposentadorias

O vereador Clàudio Janta manifestou-se nesta quinta-feira (18/6) a respeito do veto da presidente Dilma Rousseff ao dispositivo incluído no texto da MP 664 que instituía a chamada fórmula 85/95 para cálculo das aposentadorias. Ele ressaltou que mobilização continua e haverá pressão dos trabalhadores para que o Congresso derrube o veto presidencial.

Contra o veto à fórmula 85/95
O vereador Clàudio Janta manifestou-se nesta quinta-feira (18/6) a respeito do veto da presidente Dilma Rousseff ao dispositivo incluído no texto da MP 664 que instituía a chamada fórmula 85/95 para cálculo das aposentadorias. Ele ressaltou que mobilização continua e haverá pressão dos trabalhadores para que o Congresso derrube o veto presidencial.

"O que os trabalhadores temiam, aconteceu" - assim o vereador Clàudio Janta, do Solidariedade, iniciou sua manifestação na tribuna da Câmara Municipal de Porto Alegre nesta quinta-feira (18/6). Ele manifestou-se a respeito do veto da presidente Dilma Rousseff ao texto que assegurava, junto à Medida Provisória 664, a alternativa ao Fator Previdenciário aprovada pelo Congresso – a chamada fórmula 85/95.

Na calada da noite, como costumamos dizer na linguagem sindical, a presidente Dilma Rousseff vetou a alternativa ao Fator Previdenciário, a Fórmula 85/95, alegando que sua aprovação quebraria a Previdência Social brasileira. Mas quem quebra a Previdência é o governo, tirando dela milhões e milhões" afirmou, na tribuna.

Janta lembrou a utilização dos fundos de amparo para a concessão de financiamentos e ressaltou as sucessivas penalizações aos trabalhadores, que mantêm a Previdência Social.

A presidente já tinha tirado o direito ao Seguro-Desemprego dos mais jovens, assim como o Seguro-Defeso dos pescadores e hoje veta mais um direito, o da aposentadoria. Mas vamos acampar no Congresso Nacional para que esse veto seja derrubado e que os trabalhadores brasileiros possam conquistar o avanço que significa o fator 85/95, que é a chance de se aposentar com dignidade nesse país" concluiu.

Compromisso

O vereador reforçou,em novo pronunciamento, a expectativa dos trabalhadores com a derrubada do veto na Câmara e no Senado Federal e lembrou que parlamentares eleitos devem ter compromisso com os brasileiros. Também citou as propostas de reforma política, bastante faladas no período de campanha eleitoral, e cobrou propostas que a tornem possível.

Comentários