Notícias

Janta pede explicações e garantias sobre conduto Álvaro Chaves

Mesmo alegando que a chuva que resultou em avarias no conduto Álvaro Chaves, na Avenida Bordini, ocorre apenas uma vez a cada 90 anos, os técnicos do departamento reconheceram que os danos não eram esperados.

Ãlvaro Chaves
Mesmo alegando que a chuva que resultou em avarias no conduto Álvaro Chaves, na Avenida Bordini, ocorre apenas uma vez a cada 90 anos, os técnicos do departamento reconheceram que os danos não eram esperados.

O diretor geral do DEP, Tarso Boelter, salientou, que desde o dia seguinte ao problema a Prefeitura acionou o consórcio PMR, responsável pela obra, para avaliar e apresentar explicações sobre as avarias registradas na estrutura do conduto. Boelter acrescentou que o Executivo solicitou ao Crea um parecer sobre o fato registrado na Bordini e que aguarda o documento para analisá-lo. Ele acredita que até o final da próxima semana o parecer estará concluído.

Utilizando a tribuna, o vereador Clàudio Janta exigiu explicações e, também, garantias para a população.

Sabemos que foi feita uma alteração no traçado da obra, mas precisamos saber quem autorizou, quem projetou, quem construiu, fiscalizou e liberou a obra. Muitas vezes é melhor que o projeto seja refeito, mas precisamos garantir que a população não vá pagar esta conta cobrou Clàudio Janta, lembrando que a obra contou ainda com financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento.

Conforme Boelter, uma reforma no trecho danificado será encaminhada em no máximo 90 dias e todos os 15 quilômetros da obra passarão por vistorias. O conserto definitivo do trecho que se rompeu, adiantou Boelter, deve ser finalizado em 60 dias.

Com informações da Câmara de Vereadores

Comentários