Notícias

Janta reivindica moradia decente na realocação das famílias das ilhas

Em discussão na reunião da Comissão de Urbanização, Transportes e Habitação (Cuthab), na terça-feira (20/5), moradores das ilhas demonstraram preocupação com as desapropriações e a possível retirada de 850 famílias por causa da construção da segunda ponte sobre o Guaíba.

Cuthab: ilhas
Em discussão na reunião da Comissão de Urbanização, Transportes e Habitação (Cuthab), na terça-feira (20/5), moradores das ilhas demonstraram preocupação com as desapropriações e a possível retirada de 850 famílias por causa da construção da segunda ponte sobre o Guaíba.

Os moradores presentes no plenário Ana Terra reclamaram da falta de informações sobre o projeto. Convidado para a reunião, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit), responsável pela obra, não enviou representante.

Se houvesse comprometimento do Dnit e da empresa responsável por essa obra estariam aqui discutindo e esclarecendo as questões para o povo. Eles deveriam nos dizer o que vai ser feito com essas famílias. A Prefeitura não tem aporte para isso! Essa obra nos interessa, mas o bem estar das pessoas de POA e que nasceram nessa região também nos interessa” declarou o sindicalista e vereador Clàudio Janta.

Segundo Janta, a prefeitura não tem recursos para alojar as 850 famílias.

Isso precisa estar definido para que não aconteça como ocorreu na vila Tronco, onde até hoje temos dificuldades para estabelecer a indenização aos moradores.”

Como encaminhamento, o presidente da Cuthab, Paulinho Motorista (PSB), agendou uma visita da comissão às ilhas para a próxima segunda-feira (26/5) às 10h. O objetivo é verificar as condições do local e levar relatos e imagens ao Dnit e à empreiteira.

Comentários