Notícias

Mobilização de 15 de março será pela garantia de milhares de empregos, afirma Janta

Em um discurso emocionado, Clàudio Janta relatou situação difícil vivenciada pelos trabalhadores que perderam seus empregos em decorrência dos escândalos na Petrobras e afirmou que mobilização nas ruas no próximo 15 de março não será por impeachment, mas principalmente pela garantia dos empregos dos brasileiros e pelo respeito aos direitos trabalhistas.

15 de março: pelos empregos!
Em um discurso emocionado, Clàudio Janta relatou situação difícil vivenciada pelos trabalhadores que perderam seus empregos em decorrência dos escândalos na Petrobras e afirmou que mobilização nas ruas no próximo 15 de março não será por impeachment, mas principalmente pela garantia dos empregos dos brasileiros e pelo respeito aos direitos trabalhistas.

O vereador Clàudio Janta, líder da bancada do Solidariedade na Câmara Municipal de Porto Alegre, retomou na tribuna do Legislativo a situação de instabilidade que assola o país e os empregos dos trabalhadores. Em um relato emocionado, o sindicalista falou sobre o desemprego que atinge milhares de pessoas nas regiões portuárias visitadas por ele junto à Força Sindical.

Nestes locais encontrei um panorama triste, com diversos trabalhadores sem emprego e desassistidos pelo poder público. O Brasil, lamentavelmente, vergonhosamente, está criando uma massa de trabalhadores desempregados, enquanto os políticos envolvidos nos atos de corrupção continuam operando no poder" declarou, a respeito dos efeitos sentidos nas empresas após os escândalos de corrupção envolvendo a Petrobras.

Ele criticou a postura do governo de descaso com a classe trabalhadora, que é quem tem sentido os efeitos mais severos da crise. Além do corte de postos de trabalho, a situação foi agravada com o dificultamento no acesso à benefícios, como o seguro-desemprego.

Ontem se viu milhares de trabalhadores felizes porque conseguiram liberar sua carteira de trabalho, mas não receberam nenhum benefício. Onde está a justiça nesse país? Os trabalhadores perderam seus salários, seus direitos trabalhistas, sua dignidade e hoje não sabem como vão sustentar as suas famílias! Perderam o direito de levar esse sustento. Não adianta vir com piada dizer que queremos impeachment, nós não queremos impeachment de ninguém! Queremos emprego! Queremos um país justo e livre das mazelas da corrupção" finalizou.

Comentários