Notícias

Saúde também fica entre prioridades na Lomba do Pinheiro

O sindicalista e vereador Clàudio Janta participou da assembleia regional temática do Orçamento Participativo (OP) da região Lomba do Pinheiro que, dentre as prioridades, elegeu saúde como uma das principais demandas. Moradores ainda criticaram protocolo de Manchester, aplicado nas unidades de pronto-atendimento e pediram ampliação do acesso.

OP da Lomba do Pinheiro
O sindicalista e vereador Clàudio Janta participou da assembleia regional temática do Orçamento Participativo (OP) da região Lomba do Pinheiro que, dentre as prioridades, elegeu saúde como uma das principais demandas. Moradores ainda criticaram protocolo de Manchester, aplicado nas unidades de pronto-atendimento e pediram ampliação do acesso.

A assembleia regional temática do OP da Lomba do Pinheiro aconteceu no último sábado (10/8), no Ginásio do Centro de Promoção da Criança e do Adolescente (CPCA). Participaram 853 pessoas, que elegeram habitação como prioridade de investimentos, seguida de saúde, educação e assistência social.

Dentre as solicitações dos inscritos, moradores criticaram sistema de saúde da Capital e também a aplicação da Escala de Manchester nos pronto-atendimentos, que consiste num protocolo de cores usadas para determinar a gravidade de cada usuário e, em alguns casos, até dispensar atendimento médico.

A plenária teve a disputa de duas chapas para compor o conselho do OP. A chapa 2, com 60,36% dos votos válidos, elegeu os dois conselheiros titulares, Rosi Dias e Luciana Maria Fonseca, como primeira e segunda conselheiras titulares, respectivamente. A chapa 1, com 39,64%, elegeu os dois conselheiros suplentes.

Na segunda-feira, 12, a partir das 19h, acontece a assembleia da Região Restinga, no Centro de Comunidade da Vila Restinga (avenida Economista Nilo Wulff, s/n – Bairro Restinga).

Com informações PMPA

Comentários